Bonsai policromático e monocromático

Entre a exuberância da cor e os contornos da forma num Bonsai policromático e monocromático, estabelece-se a diferença entre a composição e a forma. O mesmo elemento pode dar origem a composições visualmente diferentes, sem que haja grandes alterações no enquadramento. Resultado de registos efetuados na IV Exposição Internacional de Bonsai Cidade do Porto, que esteve patente no átrio da Câmara Municipal do Porto, na Avenida dos Aliados, em 2016 entre 30 de Setembro e 2 de Outubro.

Bonsai e a forma

Quando fotografamos e descartamos a cor, algo se evidencia. O Bonsai e a forma, destacam-se neste momento monocromático, permitindo desenhar as formas que as espécies adquirem, depois dos mestres as trabalharem com a preciosa ajuda da natureza.  E foi assim na IV Exposição Internacional de Bonsai Cidade do Porto, que esteve patente no átrio da Câmara Municipal do Porto, na Avenida dos Aliados, em 2016 entre 30 de Setembro e 2 de Outubro.

Apropriação

A IV Exposição Internacional de Bonsai Cidade do Porto, que esteve patente no átrio da Câmara Municipal do Porto, na Avenida dos Aliados, em 2016 entre 30 de Setembro e 2 de Outubro permitiu, entre muitas outras coisas, a apropriação da arte alheia para gerar arte fotográfica. Essa apropriação passa pela fusão em fotografia, da arquitectura com a natureza arquitectada pelos mestres do Bonsai, numa simbiose não programada mas arquitectada pelo fotógrafo.

 

Exposição Internacional de Bonsai

A IV Exposição Internacional de Bonsai Cidade do Porto, que esteve patente no átrio da Câmara Municipal do Porto, na Avenida dos Aliados, em 2016 entre 30 de Setembro e 2 de Outubro permitiu contemplar a arte dos mestres e registar, com um olhar diferente, a arte de trabalhar o que é natural, moldando formas que parecem obra da natureza. E de facto é a natureza que molda essas formas.

E a questão levanta-se! Mas se é trabalhada, moldada ou transformada pela mão humana, como pode  a origem ser atribuída à natureza!?

Pela simples razão que é tudo obra dessa capacidade criativa que está na génese da natureza, que é a natureza humana!

água, elemento natural

A vida está dependente da água, elemento natural que é da natureza e que precisa de ser protegida. Água que é de todos e alguns querem deter o poder de a controlar. Ideia absurda, tão absurda como a de querer deter o domínio da agricultura e proibir a agricultura doméstica! Será que também com a água passara a ser crime andar à chuva por se apropriar das gotas de água!?

Também os clubes náuticos dependem Continue reading água, elemento natural

são lourenço da montaria

 

Lugar paradisíaco, o viveiro florestal é local de piqueniques e lazer, possui uma beleza especial típica da coabitação da ruralidade com a natureza. A adoçar a paisagem temos o Rio Âncora que serpenteia pela floresta e enfeita a paisagem com quedas de água.

Local com água em abundância, dispõe de moinhos de rodízio (moinhos de água), quase na totalidade desativados, estando uma deles em funcionamento a pedido e que produz farinha pelo processo de moagem tradicional para conhecimento da cultura tradicional.

Reportagem fotográfica realizada em 2011 03 13 por Rafael Peixoto.