Sobre a guerra

Falar sobre a guerra, não fazia parte dos meus planos extrospetivos, até porque temia tornar-me mais um especialista no meio da panóplia de especialistas que tudo sabem sobre zonas de conflito! No meio disto tudo, não posso deixar de dizer que ouço muitas vezes barbaridades, informações não fundamentadas e fundamentalistas sem fundamento! Creio até que que muitos dos profissionais de comunicação social e os especialistas pensam estar a falar para um público desprovido de capacidade de raciocínio ou incapacidade de interpretação do que lhe é disponibilizado! Algumas das coisas em exagero!
Esse exagero, no meu entender, assemelha-se à função da função de sobrecarregar um texto, aquela que põe o texto a negrito! Tão negrito que aquilo que já foi negrito passou a nota de rodapé, ao ponto de se tornar under foot! Esses under foot são uns covid19, umas secas por falta de chuva, etc., etc..
A acrescentar a isto tudo, tenho que manifestar que não imaginava que depois de Hitler e alguns lideres fundamentalistas, não imaginava que pudesse aparecer à face da terra um idiota mentiroso, manipulador, gananciosos, sem respeito pelos valores humanos e que ainda seja um ditador típico da idade média!
E não estou a falar de guerra, sim porque não se pode apelidar uma festa efusiva, carregada de euforia e com danos colaterais um bocadinho desastrosos, de guerra! Será que irei ser condenado a 15 anos de cadeia por ter pronunciado a palavra guerra!? Ah! Três vezes a palavra proibida, deve levar o idiota a condenar-me a 45 anos de cadeia! Mas como vou dar despesa, resolve com envenenamento!

Advertisements
Advertisements

Mas como o que me move é a fotografia, embora fique mais vezes parado no ato de parar o movimento, deparei, na paragem do olhar com os elementos estáticos que deram movimento às ideias introspetivas que percorrem o meu sistema neuronal com esta guerra que não é guerra, sendo guerra, salta-me à memória, que uma cena que não foi programada, deixa explodir a mensagem implícita!

Falar sobre a guerra, não fazia parte dos meus planos extrospetivos, até porque temia tornar-me mais um especialista no meio da panóplia de especialistas que tudo sabem sobre zonas de conflito!
Advertisements
Advertisements

One thought on “Sobre a guerra

Add yours

leave a reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Website Powered by WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: